Digite aqui a palavra-chave.




Home Page > Notícias > Veterin ria, musa da portela foi decacampe em karat e parou de competir por causa de fraturas: sa quebrando tudo

pinterest



Veterin ria, musa da portela foi decacampe em karat e parou de competir por causa de fraturas: sa quebrando tudo


Alice Alves também é veterinária e rainha de bateria de uma escola da Série A. Musa desfila na Portela desde os 15 anos.



Por Fernanda Rouvenat, G1 Rio


AliceAlice


Alice Alves, 35 anos, é musa da Portela desde 2012 (Foto: Rodrigo Gorosito / G1)


Prestes a completar 20 anos desfilando pela Portela, quem olha para a musa Alice Alves, de 35, nem imagina o tanto de coisa que ela faz. Alice também é médica veterinária, rainha de bateria de uma escola de samba da Série A do carnaval carioca, deca campeã em karatê, e ainda arranja tempo para malhar, fazer dança flamenca, estar com o marido e tomar conta dos animais de estimação que tem em casa.


Alice foi atleta da seleção brasileira de Karatê e chegou a ir para campeonatos mundiais três vezes. Apesar do esporte ter sido fundamental para o preparo físico do corpo da musa, ela brinca que precisou dar um tempo nas competições porque 'vivia toda roxa' e quebrou várias partes do corpo, o que atrapalhava o trabalho como veterinária.


 


 


 


Musa


Musa da Portela fala da paixão pelo carnaval e do amor por animais


“O meu karatê era de agressão. Eu vivia toda roxa. Quebrei pé, quebrei mão, quebrei nariz, saí quebrando tudo", disse a musa.


Este ano, a Portela vai falar sobre a saga dos imigrantes em busca de liberdade e paz. Veja a letra e ouça o samba.


1) Como é a sua rotina fora do carnaval?


Eu não vivo 'de' carnaval. Eu vivo 'o' carnaval. Eu sou médica veterinária, vivo para a minha profissão, mas tenho meus hobbies. Sou faixa preta de karatê 2º Dan, faço dança flamenca. Nesse período, como musa, a minha participação dentro da escola é mais focada em período de eventos e eliminatórias de samba. Só que, com esse convite de rainha, a participação é maior, a presença é maior, a necessidade, as exigências são maiores e isso fez com que eu tivesse que me articular mais ainda, mais difícil. Eu tento manobrar tudo isso da melhor maneira possível


AliceAlice


Alice Alves é médica veterinária, faz dança flamenca e é faixa preta de karatê 2º Dan (Foto: Rodrigo Gorosito / G1)


2) Já fez alguma loucura pelo seu corpo?


Não. Eu comecei o karatê com 13 anos, era muito magrinha, todo o desenvolvimento de corpo foi a partir do karatê. Dei uma parada de competição de uns cinco anos pra cá. Representei o Brasil no mundo três vezes. Fui deca campeã brasileira de karatê e parei de competir porque estava começando a ter muito problema dentro da minha profissão em função das fraturas ocasionadas pelo karatê. Hoje o karatê é olímpico e está mais focado no toque, não pode ter o contato. O meu karatê era de agressão. Eu vivia toda roxa. Quebrei pé, quebrei mão, quebrei nariz, saí quebrando tudo. Isso estava me atrapalhando na minha profissão. Eu abri mão de ser atleta, mas parei no meu melhor momento. Pra mim, foi muito difícil. Deixei de ser atleta, mas não deixei de treinar.


AliceAlice


Alice Alves é musa da Portela (Foto: Rodrigo Gorosito / G1)


3) Como as pessoas te veem fora da escola de samba? Por você ser veterinária, tem alguém que estranha te ver no carnaval?


A grande maioria se assusta. Essa semana, por exemplo, eu postei um vídeo de karatê e, ontem, quando eu fui trabalhar, alguns clientes meus, que me seguem no Instagram, Facebook, disseram que ficaram bastante assustados com aquilo ali. Tipo, ‘caramba, a mulher já dança, já desfila, já é veterinária e ainda soube mais dessa’. O karatê é uma coisa que eu evitava expor, e aí eu resolvi colocar um vídeo e foi bastante interessante. As pessoas curtem, os meus clientes curtem muito, mas é uma surpresa pra eles. É engraçado.


AliceAlice


Alice Alves, 35 anos, disse que já quebrei pé, mão e nariz lutando karatê. (Foto: Rodrigo Gorosito / G1)


4) Mas existe algum preconceito?


Nunca vi ninguém com preconceito. Eles conhecem a médica veterinária. Se eles conhecessem a musa, talvez tivessem uma ideia diferenciada. Ah, é ‘a mulher do carnaval’. Mas eles não, eles conhecem o lado sério, profissional, não que o meu outro lado não seja, mas é uma outra faceta sua. Uma faceta mais exposta até a nível de roupa, principalmente. Eu trabalho toda fechadinha, a pessoa só vê o rosto e mão, mas eles curtem muito. Eles falam ‘po, a veterinária do meu cachorro é a musa da Portela, a veterinária do meu cachorro é a rainha’. Eles falam com muito orgulho.


AliceAlice


Alice Alves diz que não vive 'de' carnaval, mas sim 'o' carnaval. (Foto: Rodrigo Gorosito / G1)


5) Você se considera uma pessoa ‘mil e uma funções’? Você acha que isso é uma característica das mulheres em geral?


Eu acho que a mulher é capaz de fazer mil coisas ao mesmo tempo, isso é muito padrão da mulher. Mulher que está grávida, que faz a comida, que faz a roupa, que cuida do marido, que limpa a casa, que faz isso e aquilo e ainda trabalha. Eu acho que isso é uma coisa que é da mulher. Eu sou só um exemplo de uma dessas, porque todas são capazes de fazer tudo isso.


AliceAlice


Alice Alves está prestes a completar 20 anos desfilando pela Portela (Foto: Rodrigo Gorosito / G1)


6) Você tem algum ídolo anônimo aqui na escola?


Leonardo Brandão. Ele é o cara. Diretor de harmonia da escola, é uma pessoa ímpar pra mim, me acompanha, já me acompanhou inclusive na Unidos de Padre Miguel. Eu acho isso muito lindo na Portela, essa humildade de participar e vivenciar a musa daqui estando lá, ele é um cara que eu tenho um orgulho.


AliceAlice


Alice Alves diz que seu 'ídolo anônimo' é o Leandro Brandão, diretor de harmonia da Portela (Foto: Rodrigo Gorosito / G1)


7) Antes de ser musa, você já fazia parte da escola?


Esse ano eu completo 20 anos de desfile. Vim para conhecer a quadra, não vim para desfilar, e por um acaso tinha uma pessoa aqui que fez esse convite para que eu viesse a desfilar, fazer parte de uma ala. Eu tinha 15 anos, tinha que trazer documento, essas coisas todas. Na semana seguinte, eu me preparei toda. Quando eu vim aqui conhecer a escola, eu não vim preparada para isso. Eu vim para assistir, conhecer, não tinha produção, nada disso. Na semana seguinte, eu me preparei pra vir bem bacana e eles se empolgarem comigo. Em 2012, recebi meu primeiro convite pra ser musa.


AliceAlice


Alice Alves desfilou pela primeira vez aos 15 anos e, desde 2012, é musa da Portela (Foto: Rodrigo Gorosito / G1)


8) Você já deixou de desfilar em algum ano desde que você começou na Portela?


Houve um ano em que meu pai faleceu e foi muito complicado. Eu estava vindo aos ensaios, estava tudo certo, mas eu não consegui transmitir aquela alegria, porque ele estava ruim. Um mês depois, ele foi embora. O meu pai era o meu reflexo, a pessoa com quem eu me identifiquei, não que não exista essa relação com a minha mãe, mas ele era o meu exemplo de tudo. Ele curtia tudo. Aquele foi um ano em que eu não ia conseguir transmitir uma alegria.


AliceAlice


Alice Alves disse que o ano em que o pai morreu foi muito difícil transmitir alegria na Portela. (Foto: Rodrigo Gorosito / G1)


9) Qual a sua relação com a quadra da escola? Você vai sempre?


Eu participo de tudo daqui. Eu procuro estar sempre dentro da quadra. Eu acho que é extremamente importante essa intimidade que a gente. É o prazer de estar no lugar que você gosta, é um pedaço da minha casa. Eu falo que aqui é a minha segunda casa. A Portela acabou me dando espaço para que eu vivesse outros lugares de carnaval. Tudo começou aqui. Eu ainda tive esse presente de ser convidada pra ser madrinha da torcida Amigos da Águia, que para mim foi uma honra também. Eu nunca tinha vivido essa experiência e tudo o que eu posso fazer pra tentar ajudá-los eu estou presente. Foi mais um orgulho que carreguei da Portela.


10) Você veio de um ano em que a Portela foi campeã depois de muitos sem o título. Qual a responsabilidade para esse ano? Até pelo fato de ser um carnaval mais complicado, com cortes de verba, como você vê isso tudo?


Eu era criança quando a Portela ganhou da última vez [sem contar 2017]. Eu acho que a Mangueira tem um enredo que está muito engraçado. ‘Com dinheiro ou sem dinheiro a gente brinca’. Eu acho que isso interfere, mas isso volta para um carnaval passado, que não existia todo esse luxo, mas existia alegria, o ritmo, a harmonia das pessoas. Eu acho que isso não é o dinheiro, não é o luxo, é uma coisa que é da pessoa. Nós tivemos um exemplo agora, no domingo, do ensaio da Portela na Intendente Magalhães, debaixo de um dilúvio. ‘Ah, não vai ter faisão, dane-se. A gente vai desfilar e vai mostrar a força que a Portela tem independente da luxúria.


AliceAlice


Alice Alves vê força na Portela, independente do luxo das fantasias (Foto: Rodrigo Gorosito / G1)



Fonte da Notícia: https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/carnaval/2018/noticia/veterinaria-musa-da-portela-foi-decacampea-em-karate-e-parou-de-competir-por-causa-de-fraturas-sai-quebrando-tudo.ghtml




Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:



Letras de Música com temas Animais:

bullet  Pára de peixe

bullet  Quando o galo cantou caetano veloso

bullet  Fera ferida

bullet  O brasil de la mancha: sou miguel, padre miguel sou cervantes, sou quixote cavaleiro, pixote

bullet  Passe em Casa

Ver todas as Músicas

Dicas Veterinárias:

bullet  Leptospirose pode afetar a produção de carne e leite

bullet  Os segredos da catnip

bullet  Levar gatinhos em viagem que dúvida

bullet  Cuidados básicos com as aves

bullet  Dermatomiosite em cães

Ver todas as Dicas Veterinárias

Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet  Av. Brasil 1772, Jd. Chapad?o Campinas/SP * ATENDIMENTO 24HRS * (ao Lado do posto Shell cruzamento com a Imperatriz Leopoldina x Francisco josé de Camargo Andrade) (19) 3212 2601 (19) 9822 3758 contato@edosbichos.com.br

bullet  https://petanjo.com/blog/como fazer seu cachorro parar de destruir tudo/

bullet  https://www.puppylook.com.br/blog/2016/06/28/envelhecimento de caes/

bullet  Nayara Zonta, parceria com a VetQuality 56811999

bullet  Roberta Basile. Médica Veterinária CRMV/SP 31852 http://www.equinocare.com.br

Confira todos os Colunistas



Cinema, Filmes e Seriados:

bullet  Deu a louca nos bichos

bullet  O corcel negro

bullet  Batman (1989)

bullet  Um natal bom pra cachorro (chilly christmas)

bullet  Silver a lenda do cavalo prateado the silver brumby

Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bullet  Urologia e nefrologia do cão e do gato

bullet  4 vidas de um cachorro

bullet  O gato que falava com fantasmas

bullet  Livro de banho galinha pintadinha

bullet  Enfermidades dos cavalos

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br & - Todos os direitos reservados - Créditos