Digite aqui a palavra-chave.




Home Page > Notícias > Prepare seu pet para a copa do mundo

pinterest



Prepare seu pet para a copa do mundo


POR LUIZA CERVENKA DE ASSIS


src=


Marco Verch/Creative Commons


Em tempos de Copa do Mundo, todos gostam de torcer pelo país do coração. Os pets, cada vez mais inseridos na família, acabam entrando nas comemorações. Pensando nisto, vale a pena lembrar de alguns cuidados indispensáveis, para que o evento proporcione muitas alegrias para nós e que não traga nenhum sofrimento para os nossos peludos.


Adereços


src=


Lionel Falcon/Petz


A dica do groomer premiado William Galharde, gerente de estética da Petz, é criar looks com bandanas, laços, pompons, gravatinhas, roupinhas, acessórios e mechas com as cores da Seleção Brasileira. “Sempre com muito conforto aos pets, pensando no bem-estar deles. O visual deve ser harmonioso, mas é preciso se preocupar com o bichinho. Alguns não se estressam com nada e podem usar adereços, roupas e apliques, enquanto outros não suportam nem um pequeno laço”, orienta Galharde.


Segundo o médico veterinário da Max e gerente técnico nacional da Total Alimentos, Marcello Machado o ideal é usar adereços específicos para cães e gatos. “Busque aqueles que não causem incômodo ou machuquem seu amigo”.


É importante ressaltar que o pet já deve estar acostumado a utilizar este tipo de adorno. Do contrário, pode causar incômodo e estressá-lo.


Atenção com fitas, bandanas e acessórios plásticos! Eles podem enroscar, causar ferimentos ou até mesmo sufocamento. O cuidado também deve ser tomado para que o pet não consiga tirar e engolir o objeto. “De preferência, se for utilizar algum acessório, sempre esteja perto de seu amigo supervisionando-o” alerta Dr Marcelo.


Nos pets de pelo longo, é possível fazer tinturas criativas em caudas, mexas e utilizar adereços presos na pelagem. Já os de pelo curto, tem bandanas, gravatas e adesivos, como alternativas práticas e divertidas.


Mas Galharde alerta: “A indicação é para só fazer mechas com profissionais experientes, que usam produtos específicos para garantir a saúde do bichinho”. E Dr Marcelo complementa: “Mesmo as tintas desenvolviadas especificamente para pets devem ser testadas. Para isso, aplique um pouco de tinta em uma pequena área, diretamente na pele, e observe se não causa nenhum tipo reação alérgica local”.


Roupinhas


Basta chegar a qualquer pet shop nesta época, para se deparar com diversas opções verde-amarelas. Mas se atente ao tecido e ao modelo. As roupinhas devem ser de tecidos leves e confortáveis, sem comprometer o movimento dos bichinhos.


Nada de deixar o animal o tempo todo vestido. Mesmo no inverno, ele pode ficar super aquecido e passar mal.


Neste vídeo, eu ensino como acostumar seu pet a usar roupinha.


 


Petiscos e Cervejas


O Dr Marcelo é veemente ao dizer: “Não ofereça de forma alguma ao animal. Além de não ser própria para eles, estes alimentos estão carregados muitas vezes de gordura e outras substâncias que podem causar distúrbios digestivos graves”


Uma dica é oferecer snacks específicos. Mas tudo de forma moderada. Nada de engordar o bichinho de tanto petisco


Bebida alcóolica jamais de ser oferecida! Nem um golinho ou lambidinha. “O álcool é extremamente nocivo para os pets e caso seja ingerido pode causar intoxicações graves” aponta Dr Marcelo.


src=


Sephiroty Magno Fiesta/Creative Commons


Fogos de Artifício


A veterinária Karina Mussolino, gerente de clínicas da Petz, orienta a fazer uma ‘força tarefa’ para habituar os bichinhos aos diversos barulhos. Assim, eles ficam mais adaptados e não sentem medo, nem se estressam.


“Com a audição muito mais sensível que a dos humanos, os pets sofrem com o estampido dos fogos. No caso dos cães, coração acelerado, salivação excessiva e tremores são indicativos de que algo não está bem. Em pânico, os bichinhos podem ter reações inesperadas e se machucar. No caso de pacientes doentes, o quadro de saúde pode se agravar”, explica a Dra. Karina.


src=


« R?Wεnα »/Creative Commons


Fique atento a sinais de estresse:


– agressão


– eliminação de fezes/urina


– derramamento de saliva


– vômito


– hiperatividade


– hipervigilância


– busca de atenção


– fuga


– postura abaixada/encolhida


– vocalização


– tremores


É muito comum haver acidentes nesta época. Diferentemente do final do ano, que é basicamente um dia, na época da copa, são quase 30 dias de barulho e fogos ininterruptamente. Por isso, aqui vão algumas dicas:


– Ao primeiro sinal de fogos, ofereça algo muito legal ao seu pet. Pode ser um brinquedo com comida dentro. Além de se entreter, ele vai utilizar toda as habilidades para retirar o alimento de dentro. Assim, ele não associa o medo com algo negativo e sim com uma atividade divertida;


– Se ele não tiver tanto medo, desvie o foco dos fogos e chame-o para brincar de algo que ele goste muito;


– Coloque sons tranquilizantes para ele, como reage ou música new age. A playlist relax my dog (ou relax my cat) do Spotfy ou do YouTube também fazem milagres;


– Evite excitar o animal. Busque interagir de forma mais tranquila;


– Deixe um difusor com essência de lavanda (é super calmanete para cães e gatos) ou feromônio sintético;


– Manipule algodão com parafina ou use protetores auriculares próprios para pets;


– Para alguns pets que preferem se esconder, restrinja o espaço e permita que ele tenha acesso a uma toca ou local seguro a ele;


– Cubra as janelas com cobertores e toalhas e deixe roupas com o seu cheiro, para que os pets se sintam protegidos;


– Não punir ou mostrar indiferença ao comportamento de medo. Mantenha-se sempre perto;


– Não prenda em coleira ou correntes. Eles podem tentar fugir e se enforcar;


– Mantenha portas e portões bem fechados, para evitar fugas;


– Não medique seu animal. Procure sempre orientação do médico veterinário.


– Evite vuvuzelas, apitos, cornetas, televisão alta, gritos e principalmente rojões. Eles podem ficar muito estressados e atordoados. Comemore com moderação de barulho. Eles agradecem!


 



Fonte da Notícia: https://emais.estadao.com.br/blogs/comportamento-animal/prepare-seu-pet-para-a-copa-do-mundo/




Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:



Letras de Música com temas Animais:

bullet  Burro Tem Que Comer Capim

bullet  Beira Mar

bullet  Televisão de cachorro pato fu

bullet  O pescoço da girafa

bullet  Cê topa?

Ver todas as Músicas

Dicas Veterinárias:

bullet  A superprodução de estrogênio em cães

bullet  Precificação

bullet  Gengivas aumentadas em cães

bullet  Briga entre os cães como neutralizar e acalmar a situação

bullet  O que fazer se meu cachorro mancar

Ver todas as Dicas Veterinárias

Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet  Helena A. Hestermann info@happydogs.com.br www.happydogs.com.br

bullet  M.V Helena Monkevic Casarin 19 993353793

bullet  https://dicaspeludas.blogspot.com.br/2012/11/sincope e o termo medico sinonimo para.html

bullet  Dalva Marques http://www.infohorse.com.br/2018/03/18/a marcha dos muares/

bullet  Eng Agrônomo André Fabbrocini Gonçalves, atua na área de manejo de pastagem, segurança dos animais, nutrição, desenvolvimento de projetos http://www.andrefabbrocini.com.br/ (11) 93829722 e (11) 77435504 e nextel 96*40594

Confira todos os Colunistas



Cinema, Filmes e Seriados:

bullet  Tubarao i

bullet  K9 - um policial bom pra cachorro

bullet  Um peixe chamado wanda (a fish called wanda)

bullet  Pássaros livres (plumíferos - aventuras voladoras)

bullet  The wolf of wall street

Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bullet  Cachorro tem cada uma

bullet  Cães de guerra

bullet  Vida de cão

bullet  O gato de botas

bullet  Memorias de um gato

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br & - Todos os direitos reservados - Créditos