Digite aqui a palavra-chave.




Home Page > Notícias > Itu confirma dois casos de febre amarela

pinterest



Itu confirma dois casos de febre amarela


Por Inaê Miranda


   


Homem


Divulgação


Homem de 26 anos, que morreu em Itu, estava internado em Indaiatuba


A Estância Turística de Itu, a 56 quilômetros de Campinas, confirmou na última sexta-feira dois casos de febre amarela. Uma das vítimas, um rapaz de 26 anos, morreu no dia 11 de janeiro. O segundo paciente é um engenheiro agrimensor que frequentou regiões de risco, onde contraiu o vírus. Ele foi tratado e já teve alta. De acordo com balanço atualizado da Secretaria de Estado da Saúde, foram registrados 186 casos autóctones de febre amarela silvestre no Estado e 65 deles evoluíram para óbitos. As cidades com os maiores números de casos são Mairiporã, com 105 confirmações e 27 mortes, e Atibaia, com 29 casos e 12 mortes.


De acordo com a Prefeitura de Itu, o paciente que morreu estava internado na cidade de Indaiatuba e o local do contágio pelo vírus está sendo investigado pela Secretaria Municipal de Saúde da Estância, junto aos familiares da vítima. Até o momento não há confirmação de que o vírus esteja circulando na cidade, mas a Prefeitura reforçou o apelo para que os moradores compareçam às unidades de saúde para se vacinar. Até o momento, somente 10% da população foi imunizada. A vacinação oferecida no município é a dose fracionada para a maioria da população, sendo dose completa somente para crianças de 9 meses a 2 anos e para pessoas que viajarão para o Exterior.


A Administração organizou um plantão de vacinação para o Carnaval, que segue até hoje, nos Pronto Atendimentos Municipais, localizados no Parque Industrial e da Vila Martins, das 7h às 19h. Após o Carnaval, continua o esquema de vacinação iniciado no último dia 8 de fevereiro: de segunda a sexta-feira, nas 15 Unidades Básicas de Saúde (UBS), das 7h às 17h; nos ambulatórios, pronto atendimentos e centros de especialidades, o horário é mais estendido, das 7h às 22h.


Campinas


Na semana passada, Campinas registrou o primeiro caso importado de febre amarela silvestre. O Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa) informou que a vítima é um homem de 54 anos, que não tinha vacina contra a doença, e nas festas de final de ano viajou para a região da Serra da Cantareira e passou também por Mairiporã. Os primeiros sintomas começaram a aparecer no dia 6 de janeiro, logo após o homem voltar de viagem. Ele chegou a ficar internado em um hospital particular de Campinas, já teve alta e passa bem. De acordo com a Administração, no momento não existem outros casos suspeitos de febre amarela em moradores de Campinas. Além desse caso importado, o Município registrou em abril do ano passado, um caso autóctone (infectado dentro da cidade), que também evoluiu para a cura. Entre 2000 e 2017, foram aplicadas 921.420 vacinas em Campinas. Neste ano, até 6 de fevereiro, foram 78.143 doses.


Aumento de casos


O número de casos de febre amarela silvestre no Estado vem aumentando a cada semana. De 2017 até a semana do dia 2 de fevereiro, o Estado registrou 163 casos autóctones da doença e 61 deles evoluíram para óbitos. No balanço da última sexta-feira, esse número passou para 186 casos entre os quais 65 evoluíram para óbitos. Entre os óbitos, está um morador de Minas Gerais e outro de Santa Catarina, ambos infectados em Mairiporã, e um morador do Rio de Janeiro infectado em Atibaia. Desde 2017, 56,4% das infecções por febre amarela foram contraídas em Mairiporã, 15,8% em Atibaia e 2,7% em Amparo. Esta última tem 5 casos confirmados até agora e três óbitos segundo o balanço mais recente. As três cidades respondem por três quartos dos casos de febre amarela silvestre no Estado.



Fonte da Notícia: http://correio.rac.com.br/_conteudo/2018/02/campinas_e_rmc/524464-itu-confirma-dois-casos-de-febre-amarela.html




Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:



Letras de Música com temas Animais:

bullet  Cavalo abandonado

bullet  Boi da cara preta

bullet  O menino e o cachorro abel e caim

bullet  Peixe Vivo Palavra Cantada

bullet  Safado, cachorro, sem vergonha babado novo

Ver todas as Músicas

Dicas Veterinárias:

bullet  Os segredos das pintas

bullet  Apoptose

bullet  Que tamanho vai ficar meu filhote?

bullet  Inflamação dos nódulos linfáticos, trato intestinal (lymphangieasia) em cães

bullet  Taquicardia supraventricular em cães

Ver todas as Dicas Veterinárias

Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet  Ag?ncia de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas ADEAL

bullet  M.V. Arthur César Ferreira Av. Brasil 1772, Jd. Chapad?o Campinas/SP * ATENDIMENTO 24HRS * (ao Lado do posto Shell cruzamento com a Imperatriz Leopoldina x Francisco josé de Camargo Andrade) (19) 3212 2601 // (19) 9822

bullet  Nayara Zonta, parceria com a VetQuality 56811999

bullet  Dr. Carlos Artur Lopes Leite é médico veterinário graduado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e especialista em Micologia Médica pela Carl von Ossietzky Universität (Alemanha). É também mestre em Medicina e Cirurgia Veterinárias pela UF

bullet  Sérgio Villa Santi

Confira todos os Colunistas



Cinema, Filmes e Seriados:

bullet  The batman (1943)

bullet  Batman begins (2005)

bullet  Condorman - o homem pássaro (condorman)

bullet  Jurassic park iii

bullet  Nas montanhas dos gorilas

Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bullet  O homem que amava os cachorros

bullet  Gato que gostava de cenoura

bullet  Nosso planeta verde - 100 ótimas propostas para trabalhar na educação infantil

bullet  Sucesso na criação de pássaros canários e periquitos

bullet  Eu não sou cachorro, não

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br & - Todos os direitos reservados - Créditos