Digite aqui a palavra-chave.





Home Page > Dicas Veterinárias > Tumor de mama em animais

pinterest



Tumor de mama em animais


As neoplasias são crescimentos anormais do tecido, ocorrendo um desenvolvimento mais rápido que os tecidos normais ao redor, de maneira desordenada e persistente.


A cada dia que passa os animais de estimação estão vivendo por mais tempo, comendo rações com conservantes e, também, estão expostos à poluição do meio ambiente. Devido à soma desses fatores, os animais estão mais sujeitos a desenvolverem neoplasias.


Os tumores mamários são muito comuns em cães e gatos. Há uma gama enorme de tipos histológicos que acometem os cães, porém na maioria dos casos são tumores benignos. Já nos gatos, a maior parte dos tumores são malignos e altamente agressivos.


O tumor de mama é o segundo mais comum em cães e o mais comum em cadelas. Acometem, no geral, animais mais velhos (com cerca de 10 anos de idade), de preferência em animais que possuem todo o seu aparelho reprodutivo (inteiros) e animais que foram castrados após numerosos cios. Não há uma preferência por raça, todas estão sujeitas a esta neoplasia.


Em gatos, ocorrem menos do que em cães, ficando em terceiro lugar. Animais velhos (cerca de 10 e 12 anos) e animais inteiros são geralmente os mais afetados, e gatos Siameses podem ter maior risco que outras raças.


O aparecimento desta neoplasia está relacionada com a produção de hormônios femininos, como o estrógeno e a progesterona. Em cadelas, o risco para o desenvolvimento do tumor mamário está relacionado com o número de ciclos estrais da cadela, aumentando consideravelmente a cada ciclo estral. Já em gatas, esse risco aumenta em até sete vezes em fêmeas inteiras comparadas com fêmeas castradas na puberdade.


A administração de alguns progestágenos pode aumentar o risco de desenvolvimento de tumores mamários benignos em cães, enquanto que em gatos o uso destes hormônios pode aumentar o desenvolvimento de tumores tanto benignos quanto malignos. Assim como nos seres humanos, os tumores de mama possuem receptores de estrógeno e/ ou progesterona, sendo que quanto maior o número destes receptores, menos maligno ele é.


Nos cães, cerca de 50% dos tumores mamários são malignos e desses, ao redor de 90% são carcinomas. Nos gatos, prevalece também o carcinoma, mas em uma taxa muito superior, acima de 80%.


Os tumores benignos são classificados em:


  • adenoma simples
  • adenomas complexos (tumores benignos mistos) ou também chamado de tumores mesenquimais benignos
  • Fibroadenoma, também conhecido como tumores benignos mistos, os quais são o tipo mais comum de tumor benignos em cães

Aproximadamente 90% dos tumores mamários malignos são carcinomas e estes são classificados da seguinte maneira:


  • Sólidos: lençóis de células densas
  • Túbulas ou lobular: proveniente de alvéolos
  • Papilas: proveniente do epitélio ductal e ocorrendo como ramificações papilares ou císticas
  • Anaplásicos: muito pleomórficos e com ausência de padrão definido

Os tumores benignos não sofrem metástase, mas há a tendência de cadelas em desenvolver tumores múltiplos. Entretanto, os tumores malignos podem se comportar de maneira benigna ou muito maligna, sofrendo metástase rapidamente para linfonodos locais e pulmões.


Estas neoplasias podem ser múltiplas ou única, sendo palpáveis como nódulos ou massas dentro das glândulas mamárias. Alguns carcinomas inflamatórios agressivos podem apresentar aumento mamário difuso, edema e ulceração. É raro em cães e comum em gatos dificuldade de respirar devido à metástase pulmonar.


O diagnóstico pode ser feito através do exame clínico e palpação, mas deve ser feita a confirmação com o auxilio de algumas técnicas de diagnóstico, como exames de sangue, raio-x, aspiração com agulha fina (FNA) e biópsia do tumor.


Na maior parte dos casos, o tratamento para o tumor mamários é a retirada dele cirurgicamente. No caso dos cães, as primeiras três glândulas drenam cranialmente e as glândulas quatro e cinco drenam caudalmente, embora possa haver comunicação linfática entre as glândulas adjacentes. Portanto, é necessário que seja feita a remoção das glândulas adjacentes para a maior parte dos tumores uma remoção mais abrangente para tumores em ramificações glandulares. Nos gatos a comunicação entre as glândulas não é tão clara, entretanto o tratamento radical é recomendado.


Existem também outras técnicas de tratamento, como a radioterapia, que mostrou ser pouco efetiva no tratamento destes tumores, assim como a quimioterapia.


O melhor método para prevenir o aparecimento de tumores mamários é  a castração e, de preferência, precocemente (antes do primeiro cio do animal), pois após esse período a taxa percentual de prevenção cai muito, podendo chegar a ser nula.



http://www.infoescola.com/medicina veterinaria/tumor de mama em animais/

O conteúdo presente no texto acima é responsabilidade dos Autores citados


Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:



Letras de Música com temas Animais:

bullet  A lebre e a tartaruga xuxa

bullet  Eguinha pocotó

bullet  No voo da águia, uma viagem sem fim

bullet  O assassinato do camarão

bullet  Atirei o pau no gato

Ver todas as Músicas

Dicas Veterinárias:

bullet  Pesquisa mostra que quase metade da populacao de sao paulo tem animais de estimacao

bullet  Principais cuidados para cães e gatos no inverno

bullet  Personalidade dos westies

bullet  Verminose em cavalos

bullet  Aminoácidos na nutrição equina

Ver todas as Dicas Veterinárias

Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet  Bruno Tausz(Etólogo)

bullet  Carlos Cava
Cava criadouro de aves rua guerino lubiani, 201 ? vila verde
piracicaba - sp - cep 13420-850 f : (19) 3424-2084 / 3424-3206 / 9782-1065 e-mail : aves@cava.com.br
http://www.cava.com.br

bullet  Adriana Morales Médica Veterinária CRMV: 6467 Membro do Colégio Brasileiro de Oftamologia Veterinária. Avenida 11 de Agosto, 1693. Valinhos/SP Tel.: 19 38492522

bullet  Nome, Telefones, Endereço, Email, Website, facebook ou outras redes sociais

bullet  https://animais.umcomo.com.br/artigo/como evitar a queda de pelo de cachorro 6278.html

Confira todos os Colunistas



Cinema, Filmes e Seriados:

bullet  A vida dos peixes (la vida de los peces)

bullet  Batman returns (1992)

bullet  A maldição dos gatos (the uncanny

bullet  Quanto pesa o cavalo de tróia? (ile wazy kon trojanski?)

bullet  Jurassic park ii

Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bullet  O selo da agonia - livro dos cavalos

bullet  Pequenos passaros

bullet  A perigosa vida dos passarinhos pequenos

bullet  O homem que amava os cachorros

bullet  A volta do gato preto

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br & - Todos os direitos reservados - Créditos