Digite aqui a palavra-chave.





Home Page > Dicas Veterinárias > Ruptura ligamento cruzado cranial

pinterest



Ruptura ligamento cruzado cranial


e a ruptura do ligamento cruzado cranial (rlcc) é a principal e doença que acomete o joelho canino, acometendo principalmente as raças e de pequeno e porte como o poodle, porém também pode acometer animais de médio grande porte como o labrador e o rotweiller a ruptura e ocorre subsequente a sobrecarga e seguida de desgaste do ligamento , que ocorre resultante de:


  • trauma- é a principal causa da ruptura do ligamento , ocorre quando o animal prende a pata em buraco ou obstáculo, observamos também em animais hiperativos que correm sem parar levando a viradas bruscas que acarretam na ruptura, animais que tem mania de ficar pulando excessivamente também est?o suscetíveis a ruptura do ligamento cruzado cranial

  • má formação conformação do joelho - podemos observá-la, principalmente em animais jovens de raças gigantes, onde devido a má formação do joelho ou do membro pélvico temos o funcionamento mecânico inadequado do membro, levando a ruptura do ligamento

  • artropatias- podem ser observadas em animais idosos (artrit artrose) ou em animais mais jovens ( doenças inflamatórias), estase elevam ao desgast em seguida a ruptura do ligamento


os sinais clínicos da ruptura do ligamento cruzado cranial consistem no apareci mento agudo de claudicação (mancar), em alguns momentos o membro fica elevado e o joelho flexionado o diagnóstico é feito através dos sinais clínicos, histórico do animal (falha no tratamento apenas com antiinflamatórios e analgésicos), exame físico através do e teste de gaveta exame radiográfico o e único tratamento definitivo para rlcc é reconstrução cirúrgica do ligamento existem basicamente dois tipos de técnica a serem e utilizadas a técnica intrarticular extrarticular,, a reconstrução pode ser feita com fio cirúrgico de nylon ou com fragmento da fascia lata (fragmento muscular), durante a cirúrgia deve-se realizar a avaliação do menisco a técnica a ser realizada fica a critério do medico veterinário e cirurgi?o no pós operatório podemos associar acupuntura e fisioterapia a e terapia convencional (antiinflamatório, analgésicos e antibióticos) podendo acelerar o processo de recuperação do animal vale a pena ressaltar que se o pós operatório não for realizado da forma orientada, ou se o animal continuar com os mesmos hábitos de vida, pode ocorrer nova ruptura e do membro operado ou ruptura do lcc do membro contralateral

Pedro Lauane Barbosa Campioni VET HOME clinica veterinária e banho e tosa vinhedosp (19) 38865677

O conteúdo presente no texto acima é responsabilidade dos Autores citados

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br & - Todos os direitos reservados - Créditos