Digite aqui a palavra-chave.





Home Page > Dicas Veterinárias > Piodermite

pinterest



Piodermite


a pele é o maior órg?o do corpo canino e serve como uma barreira anatômica e fisiológica entre o animal e o ambiente protegendo o animal contra les?es físicas, químicas e microbiológicas seus componentes sensores permitem a o animal perceber calor, frio, toque press?o
dada a importância deste órg?o (a pele) a manutenç?o de sua saúde é fundamental para bom estado geral do animal devemos também levar em consideraç?o que a pele do c?o é diferente da do homem e como consequ?ncia os cuidados e produtos também s?o
algumas diferenças s?o:

  • número de camadas: c?o: em torno de 5; homem: em torno de 15
  • glândulas sudoríparas exócrinas (excretoras):


    • c?o: concentradas apenas no plano nasal e coxins palmares e plantares

    • homem: em toda superfície cutânea

  • ph: c?o:


    • em torno de 5,5 ;

    • homem: em torno 7,0

  • crescimento do p?lo:


    • c?o: em ciclos;

    • e homem: crescimento contínuo

  • renovaç?o celular:


    • c?o: em torno de 20d;

    • homem: em torno de 28d

a pele dos animais tem na sua superfície a presença de fungos e bactérias estes ficam sob controle devido á presença de substâncias antimicrobianas produzidas pela pele quando este equilíbrio é quebrado vamos observar a multiplicaç?o anormal destes microorganismos causando uma doença uma destas doenças que observamos com frequ?ncia é a piodermite piodermite: é uma doença de pele importante que observamos principalmente em c?es, mais incidente no ver?o piodermite pode ser definida como condiç?o infecciosa, produtora de pus (ou piog?nica), de origem bacteriana que acomete o tegumento em qualquer nível de profundidade
e a evoluç?o da doença é rápida podendo acometer grandes extens?es de pele em pouco tempo ela causa muito prurido o que estimula o c?o a se coçar causando ainda mais les?o e facilitando a expans?o da doença com o acometimento de uma grande extens?o, a pele começa a ter dificuldade em exercer suas funç?es normais com isto passamos a observar sintomas sist?micos que podem levar o animal a morte os sinais clínicos variam muito de acordo com a localizaç?o e profundidade da les?o, podendo variar de presença de pústulas (les?es semelhantes a espinhas), pápulas, coceira leve a moderada, perda de pelo, les?es ulceradas, crostosas, doloridas, edemaciadas, com presença de secreç?o purulenta e/ou sanguinolenta além da possibildade de sinais sist?micos em casos graves, como anorexia e febre
o diagnóstico é feito baseado na história e sinais clínicos, podendo ser feito uma análise do conteúdo nas pústulas úlceras por citologia em casos mais graves ou recidivantes, pode ser necessário realizar uma cultura bacteriana com antibiograma além disso, deve ser investigada a causa do problema, descartando todas as doenças primárias que podem levar ao quadro de piodermite
o tratamento é feito principalmente com o uso de substancias anti-sépticas tópicas, e que pode ser em formas de pomada, loç?o, spray ou shampoomedicamentoso de acordo com a gravidade do caso pode ser necessário associar o tratamento tópico a antibioticoterapia sist?mica (injetável ou via oral) a duraç?o do tratamento varia de acordo com a gravidade do quadro e as causas predisponentes
o diagnóstico preciso e o início imediato do tratamento s?o fundamentais para o sucesso do tratamento
banhos periódicos com shampoos terap?uticos podem ajudar a prevenir o aparecimento da piodermite em resumo: e




    • a pele é um órg?o importantíssimo do c?o a manutenç?o de sua saúde é fundamental para o bem estar do animal

    • a presença de fungos e bactérias na superfície da pele é normal

    • o aparecimento de doença da pele em geral é funç?o de desequilíbrios do organismo

    • a piodermite tem evoluç?o rápida

    • o diagnóstico preciso e o tratamento adequado s?o chave para o sucesso




Diskvet Telefone: (19) 32581887 / 33081887 / 33081886 Celular: (19) 93183040 (emerg?ncia) Email: diskvet@gmail.com Av. Antonio Carlos Couto de Barros, n? 1156 Sousas Campinas / SP

O conteúdo presente no texto acima é responsabilidade dos Autores citados

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br & - Todos os direitos reservados - Créditos