Digite aqui a palavra-chave.





Home Page > Dicas Veterinárias > Igualdade para os animais ?

pinterest



Igualdade para os animais ?


Talvez chegue o dia em que o restante da criação animal venha a adquirir os direitos dos quais jamais poderiam ter sido privados, a não ser pela m?o da tiraniaos franceses já descobriram que o escuro da pele não é motivo para que um ser humano seja abandonado, irreparavelmente, aos caprichos de um torturador é possível que algum dia se reconheça que o número de pernas, a vilosidade da pele ou a terminação dos sacrum são motivos igualmente insuficientes para se abandonar um ser sensível ao mesmo destino o que mais deveria determinar a linha insuperável? a faculdade da raz?o, ou, talvez, a capacidade de falar? mas para lá de toda comparação possível, um cavalo ou um cão adultos são muito mais racionais, além de bem mais sociáveis, do que um beb? de um dia, uma semana, ou até mesmo de um mês imaginemos, porém, que as coisas não fossem assim; que importância teria tal fato? a quest?o não é saber se são capazes de raciocinar, ou se conseguem falar, mas, sim, se são passíveis de sofrimento (jeremy bentham)
peter singer, autor de livros como practical ethics ( e ética prática em tradução brasileira da martins fontes) e animal liberation*, é um dos maiores filósofos-eticistas da atualidade - e também um dos mais pol?micos filiado átradição utilitarista, que tem entre seus maiores expoentes jbentham e jsmill, singer avança em relação a estes e postula como princípio e ético básico o princípio da igual consideração de interesses, que ele considera como sendo um princípio básico de igualdade a ess?ncia do princípio da igual consideração de interesses é a de que em nossas deliberações morais devemos atribuir o mesmo peso aos interesses semelhantes de todos que são atingidos por nossos atos
por esse princípio, um interesse é um interesse, seja lá que quem for o princípio, ent?o, atuaria como uma balança, pesando imparcialmente os interesses de cada um uma correta aplicação do princípio da igual consideração de interesses nose eleva a uma condenação radical do racismo, do sexismo, e também ( é isso que nos interessa mais diretamente aqui) do especismo
mas o que é o especismo? o especismo pode ser entendido em analogia com o racismo o racista é aquele que sup?e que os membros de sua raça tem mais valor que os membros de outras raças o racista, pois, considera que os fatores físico/biológicos que determinam que um indivíduo pertença a uma determinada raça t?m um valor moral
o especista é uma espécie de ;racista ampliado e , ou seja, ele acredita que os fatores biológicos que determinam a linha divisória de nossa espécie t?m um valor moral, ou seja, a vida de um membro da espécie humana, pelo simples fato do indivíduo pertencer áespécie humana, tem mais valor do que a vida de qualquer outro ser
a consequencia mais nefasta do especismo seria a de considerar que é moralmente admissível infligir sofrimento a seres que não pertencem áespécie humana o que singer faz, entre outras coisas, é uma crítica ao especismo a partir da defesa do seu princípio da igual consideração de interesses
para ele, ao mesmo tempo que esse princípio proporciona uma base adequada para a igualdade humana, esta base não pode ficar restrita aos seres humanos
ele sup?e que uma vez que tenhamos aceitado o princípio como uma sólida base moral para as relações com seres de nossa própria espécie, também somos obrigados a aceitá-lo como uma sólida base moral para as relações com aqueles que não pertencem a nossa espécie: os animais não humanos mas, pergunta-se ironicamente o próprio peter singer, como é possível que alguém perca seu tempo tratando de igualdade dos animais quando a verdadeira igualdade é negada a tantos seres humanos?
sua resposta é a de que essa atitude (negar importância á discussão sobre direitos dos animais) reflete um preconceito que é t?o infundado quanto aquele que um dia levou os brancos proprietários de escravos a não considerar com a devida seriedade os interesses de seus escravos africanos
para nós, diz singer, é fácil criticar os preconceitos dos nossos avós, dos quais nossos pais se libertaram, mas é muito mais difícil nos distanciarmos de nossos próprios pontos de vista, de tal modo que possamos, imparcialmente, procurar preconceitos entre as crenças e os valores que defendemos é nessa linha que singer escreve algumas das mais belas páginas já escritas em favor do respeito e da consideração aos animais
na linha já esboçada por bentham, ele vai dizer que se um ser sofre não pode haver nenhuma justificativa de ordem moral para que nos recusemos a levar esse sofrimento em consideração
seja qual for a natureza do ser, o princípio da igual consideração de interesses exige que o sofrimento seja levado em conta em termos de igualdade com o sofrimento semelhante de qualquer outro ser é precisamente isto que os especistas não admitem, ou seja, que a dor é t?o má quando sentida por porcos, ratos, ou por seres humanos
se achamos errado infligir dor a um beb? sem nenhum motivo, ent?o, a menos que sejamos especistas, devemos achar igualmente errado infligir, sem motivo algum, a mesma quantidade de dor a um cavalo
a dor e o sofrimento são coisas más e, independente da raça, do sexo ou da espécie de quem as sofre, devem ser evitadas ou mitigadas após estas postulações singer nos convida a refletir, apresentando uma série de crueldades que são cometidas pelos humanos contra os animais
nesta lista de horrores est?o a castração, a separação de m?es e filhotes, a separação de rebanhos, as marcas com ferro em brasa isto sem falar na exposição de animais á atos de crueldade extremos sob a desculpa de que est?o sendo realizadas experi?ncias que seriam e úteis para os humanos
ele cita experi?ncias que foram realizadas em décadas passadas no instituto de radiobiologia da forças armadas dos eua, em que macacos do g?nero rhesus eram forçados a correr dentro de uma grande roda
quando eles reduziam a velocidade a roda fazia o mesmo e os macacose elevavam choques elétricos quando os macacos estavam já treinados para correr por longos períodos, recebiam doses letais de radiação, e ent?o, sentindo-se mal e vomitando, eram obrigados continuar correndo até cair
a suposta finalidade desta experi?ncia era obter informações sobre a capacidade dos soldados de continuar lutando depois de um ataque nuclear
a conclusão de singer é a de que nestes e em muitos outros casos os benefícios para os seres humanos são inexistentes ou incertos, ao passo que as perdas para os membros de outras espécies são concretas e inequívocas uma correta aplicação do princípio da igual consideração de interesses condenaria estas experi?ncias do ponto de vista e ético o que o filósofo peter singer faz quando discute as quest?es e éticas relativa aos animais e é, antes de tudo, um chamamento dos humanos para a reflex?o é fora de dúvida que o que diferencia os humanos do resto da criação animal é justamente a faculdade da raz?o
mas o que estamos fazendo com nossa raz?o? se a utilização da raz?o leva a atos de extrema crueldade para com aqueles que est?o indefesos diante de nós, não seria a hora de usarmos o nosso raciocínio para rever nosso papel neste belo planeta azul?
a raz?o humana pode ser libertadora, mas pode ser, também, sádica e cruel é chegado o tempo dos homens analisarem cuidadosamente o significado disto
para que as outras espécies não sofram as consequencias de erros que são de inteira responsabilidade nossa de nós, os humanos

internet

O conteúdo presente no texto acima é responsabilidade dos Autores citados


Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:



Letras de Música com temas Animais:

bullet  Cavalgada

bullet  Bicharada

bullet  Trocando em miúdos

bullet  Passaro sem ninho

bullet  A pulga

Ver todas as Músicas

Dicas Veterinárias:

bullet  Vermifugação

bullet  Educação aprenda os primeiros passos para a educação e o adestramento de seu cão

bullet  Prurido em cães

bullet  Travagem, uma doença ou um mito ?

bullet  Qual a forrageira utilizar?

Ver todas as Dicas Veterinárias

Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet  Revista Pequenos Cães Grandes Amigos Edição 29 Abril/Maio2010.

bullet  Dra Renata Avancini Médica veterinária, formada pela Universidade de Santo Amaro em 2007. Mestre e Doutora em Ci?ncias pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ) da Universidade de S?o Paulo (USP), em 2009 e 2012 respectivamente. Graduada em 2014 no Curso de Especialização em Produção e Sanidade de Animais de Biotério pela FMVZ USP. Experi?ncia em clínica geral, medicina regenerativa, biotecnologia com concentração em células tronco e experi?ncia em doc?ncia na disciplina de Anatomia dos Animais Domésticos. Professora de Anatomia Veterinária da Faculdade das Metropolitanas Unidas (FMU) e na Universidade Paulista (UNIP). Médica veterinária na CURAVET. Contato: contato@curavet.com.br

bullet  Rosmeire de O.S.Jacinavicius Médica Veterinária Acupunturista tel: (19)999971911 email: stuffzinha@gmail.com

bullet  Américo F. Pelicioni, CRF: 29.670

bullet  Salvador St.Aubyn Mascarenhas Médico Veterinário www.vetcondeixa.pt Pelos Animais

Confira todos os Colunistas



Cinema, Filmes e Seriados:

bullet  Os pássaros feridos (the thorn birds)

bullet  O dia do gato

bullet  Mamãe virei um peixe (hjælp, jeg er en fisk)

bullet  Nas montanhas dos gorilas

bullet  O reino dos gatos (neko no ongaeshi / baron the cat baron)

Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bullet  O cachorro e o lobo

bullet  Sucesso na criação de pássaros canários e periquitos

bullet  Um gato indiscreto e outros contos

bullet  Vida de cão

bullet  A princesa e o sapo

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br & - Todos os direitos reservados - Créditos