Digite aqui a palavra-chave.





Home Page > Dicas Veterinárias > Esporotricose

pinterest



Esporotricose


É uma doença localizada geralmente na pele, causada por um fungo (Sporothrix schenckii). Vários animais, inclusive os homens podem contrair a esporotricose.

Como posso pegar a doença?
O fungo é encontrado na natureza em vegetais, madeira e matéria orgânica em decomposição. Pode-se adquirir a doença por ferimentos com vegetais e objetos contaminados, contato com a terra, arranhadura e mordedura de gatos com esporotricose.

Quais os sintomas da doença no homem?
Na maioria das vezes, surge uma lesão avermelhada (lembra uma picada de inseto) no local do traumatismo, que pode desaparecer ou aumentar de tamanho e pode vir acompanhada de outras lesões enfileiradas. Também podem aparecer dores nas articulações, febre e outros sintomas gerais.

Como é a doença no gato?
O gato é o animal doméstico mais sensível à esporotricose. Na maioria das vezes, adquirem a doença através de brigas, que ocorrem principalmente durante o acasalamento quando os animais vão à rua.A doença se inicia com o aparecimento de feridas, geralmente na face e membros, que lentamente progridem para o restante do corpo. A esporotricose no gato tem tratamento, mas quando este não é realizado pode levar o animal a morte. É importante que o tratamento não seja interrompido.

Como evitar a transmissão quando houver gato doente?


  • Usar luvas ao manipular gatos doentes;

  • Limpar o ambiente com água sanitária;

  • Tratar e isolar os gatos doentes;

  • Cremar os animais mortos. É importante não jogá-los no lixo, rio ou enterrá-los, pois o fungo sobrevive na natureza.

  • Não realizar curativos locais e não banhar gatos com esporotricose;

  • Castrar gatos e gatas para diminuir as saídas a rua;

  • Evitar que os animais freqüentem as ruas;

  • Levar periodicamente os animais ao veterinário.


Como é diagnosticado?
O diagnóstico é feito através de reconhecimento da lesão por médico ou médico veterinário, confirmado através do encontro do fungo no material colhido da lesão.

Como é o tratamento?
O tratamento costuma ser feito com medicamentos antifúngicos orais por tempo prolongado e apresenta bons resultados.

Como é a doença no cão?
O cão raramente adoece e assim como o homem, dificilmente transmite a doença a outros. A esporotricose no cão, na maioria das vezes, se inicia com feridas discretas no focinho, membros ou no corpo, lembrando ferimentos corriqueiros. A doença é de fácil tratamento.



Centro de Pesquisas Hospital Evandro Chagas Departamento de Doenças Infecciosas Serviço de Zoonoses Serviço de Dermatologia Infecciosa
http://www.inpa.com.br

O conteúdo presente no texto acima é responsabilidade dos Autores citados

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br & - Todos os direitos reservados - Créditos