Digite aqui a palavra-chave.





Home Page > Dicas Veterinárias > Transtorno da marcha em cães

pinterest



Transtorno da marcha em cães


Claudicação é um sinal clínico de uma doença mais grave que resulta em um distúrbio na marcha e na capacidade de mover o corpo sobre, normalmente e em resposta á dor, ferimento, ou anormalidade anatômica.

Sintomas e tipos de

Claudicação pode envolver um ou mais membros e varia em gravidade de dor ou sensibilidade sutil a um inbability para colocar qualquer peso sobre o membro (Eu, levando a perna). Se apenas um membro anterior está envolvido, da cabeça e pescoço se movem para cima quando o membro afetado é colocado no ch?o e cai quando o membro afetado tem peso. Entretanto, se apenas um membro posterior está envolvido, a pelve cai quando a perna afetada tem peso, sobe quando o peso é levantado. E se ambos os membros posteriores est?o envolvidos, forelimbs são realizadas mais baixos para deslocar o peso para frente. Além, claudicação pode agravar-se após atividade extenuante ou aliviar com o repouso.

Outros sinais e sintomas associados á claudicação incluem:

Dor
Diminuição da amplitude de movimento
Perda de massa muscular (atrofia muscular)
Postura anormal quando está de pé, levantar-se, deitado, ou sentado
Marcha anormal ao caminhar, trote, subir escadas, ou fazendo oitos
Sinais nervosos do sistema - a confusão, tr?mulo, etc.
Ossos e / ou nas articulações podem ser anormais em tamanho, forma
Rangido com movimento articular

Causas

Claudicação no membro anterior ainda cães em crescimento que são menos de 12 meses de idade

Osteocondrose do ombro - de um grupo de doenças ortopé dicas que ocorrem em animais de rápido crescimento
Luxação do ombro ou deslocamento parcial de origem cong?nita
Osteocondrose do cotovelo
Processo anconeal ununited uma forma de displasia do cotovelo, uma anormalidade na maturação de células dentro de um tecido
Processo coronóide fragmentado medial degeneração no cotovelo
Incongru?ncia do cotovelo falha dos ossos a crescer no mesmo ritmo
Avulsão (lágrima) ou calcificação dos músculos flexores do cotovelo
Assimétrico (desigual) o crescimento do rádio e ulna (ossos do antebraço)
Panosteitis - inflamação dos ossos
Osteodistrofia hipertrófica - uma doença caracterizada pela diminuição do fluxo sanguíneo para a parte do osso adjacentáarticulação
Trauma para o tecido mole, osso, ou conjuntos
Infecção - pode ser local ou generalizada (sist?mica)
Desequilíbrios nutricionais
Anormalidades cong?nitas (presente no nascimento)

Claudicação dos membros anteriores em cães maduros que são mais velhos do que 12 meses de idade

Doença articular degenerativa deterioração progressiva e permanente da cartilagem das articulações
Bicipital tenossinovite inflamação dos tend?es do bíceps
Calcificação ou mineralização do tend?o supra-espinhal ou infra - os músculos do manguito rotador
Contratura do músculo supra-espinhal ou infra - encurtamento de tecido conjuntivo do músculo devido á cicatrização, Paralisia, ou espasmos
Tecidos moles ou câncer ósseo - pode ser primária, ou metastático (câncer que se espalhou)
Trauma para o tecido mole, osso, ou conjuntos
Panosteitis - inflamação dos ossos
Polyarthropathies - doenças artríticas e inflamatórias do sistema músculo-esquelético
Polimiosite inflamação das fibras musculares
Polineurite - inflamação generalizada dos nervos

Hindlimb claudicação em cães em crescimento que são menos de 12 meses de idade

Displasia da anca crescimento excessivo de células
Necrose avascular da cabeça femoral Legg-Calvé-Perthes, onde a bola do f?mur no quadril não recebem sangue suficiente, fazendo com que o osso para morrer
Osteocondrite do joelho fragmentos de cartilagem ou osso se tornaram solta dentro do joelho
Luxação da patela desordem medial ou lateral, em que a rótula desloca ou se move para fora de sua localização normal
Osteocondrite do jarrete fragmentos de cartilagem ou osso se tornaram solta dentro do jarrete, a articulação da perna
Panosteitis - inflamação dos ossos
Osteodistrofia hipertrófica uma doença caracterizada pela diminuição do fluxo sanguíneo para a parte do osso adjacentáarticulação
Trauma para o tecido mole, osso, ou conjuntos
Infecção - pode ser local, ou generalizada (sist?mica)
Desequilíbrios nutricionais
Anormalidades cong?nitas (presente no nascimento)

Claudicação dos membros posteriores em cães maduros que são maiores que 12 meses de idade

Doença articular degenerativa deterioração progressiva e permanente da cartilagem das articulações), secundária a displasia da anca (formação anormal da articulação do quadril)
Doença do ligamento cruzado o rasgar de um ligamento importante na articulação do joelho
Avulsão (rasgando) do tend?o extensor digital longo (o tend?o extensor do dedo do pé)
Tecidos moles ou câncer ósseo - pode ser primária, ou metastático (câncer que se espalhou)
Trauma para o tecido mole, osso, ou conjuntos
Panosteitis - inflamação dos ossos
Polyarthropathies - doenças artríticas e inflamatórias do sistema músculo-esquelético
Polimiosite inflamação das fibras musculares
Polineurite - inflamação generalizada dos nervos

Os fatores de risco

Raça (você)
Excesso de peso
Frequente, atividade extenuante

Diagnóstico

Seu veterinário irá realizar um exame físico completo sobre seu animal de estimação, tendo em conta o historial de sintomas e possíveis incidentes que possam ter levado a essa condição. Testes padr?o incluem um perfil completo de sangue, um perfil químico no sangue, um hemograma completo, e um exame de urina.

Porque há tantas causas possíveis para claudicação, seu veterinário diagnóstico diferencial mais provável uso. Este processo é guiado por profundas inspeção dos sintomas aparentes para fora, afastar cada uma das causas mais comuns até a desordem correta é liquidada em cima e pode ser tratada adequadamente.

O seu veterinário primeiro tenta diferenciar entre músculo-esqueléticas, causa neurog?nica e metabólicas. O exame de urina pode determinar se uma lesão muscular é refletido nase eleituras. Diagnóstico por imagem incluem radiografias da área da claudicação. A tomografia computadorizada (CT) scans e ressonância magnética (MRI) também será utilizado quando for o caso. Seu médico também vai recolher amostras de líquido articular para análise laboratorial, junto com amostras de tecido e músculo a fim de realizar um músculo e / ou biópsia de nervo a olhar para a doença neuromuscular.

Tratamento

O tratamento dependerá da causa subjacente. Se seu cão está acima do peso, você vai precisar fazer mudanças na dieta diária do cão. Seu veterinário irá ajudar você a criar um plano alimentar que irá funcionar melhor para seu cão de acordo com sua raça, tamanho e idade. existem vários medicamentos que podem ser usados para tratar os sintomas e as causas subjacentes do seu cão está sofrendo de. Por exemplo, analgésicos podem ser prescritos, juntamente com os esteróides que podem ser usados para ajudar a reduzir a inflamação nos músculos e nervos, permitindo que a cura ocorra.

Prevenção

Se você tem um cão de raça grande, você precisará estar em guarda contra a permitir que seu cão ganho excessivo de peso. Reciprocamente, se seu cão é uma raça muito indisciplinado nergético, você vai querer observar o cão, e tomar nota de qualquer alteração no movimento ou comportamento após o exercício, como alguns cães altamente energéticos t?m uma tend?ncia a exagerar.



internet

O conteúdo presente no texto acima é responsabilidade dos Autores citados


Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:



Letras de Música com temas Animais:

bullet  Mil Gatos No Telhado

bullet  Falso brilhante

bullet  Eu nasci há dez mil anos atrás

bullet  Cachorro louco teodoro e sampaio

bullet  Bicharada

Ver todas as Músicas

Dicas Veterinárias:

bullet  Mesothelioma em cães

bullet  Infecção por salmonella em cães

bullet  Neurectomia dos nervos digitais

bullet  Intoxicações alimentares

bullet  Dor ao urinar e frequente em cães

Ver todas as Dicas Veterinárias

Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet  Karine Kleine www.grupokleine.com.br

bullet  Rafael Claro Marques (CRMVSP 18.849) é médico veterinário e pósgraduado em Clínica Médica de Pequenos Animais dr.rafael@clinicapontegrande.com.br

bullet   LUIZA CERVENKA DE ASSIS http://emais.estadao.com.br/blogs/comportamento animal/morte e luto o que fazer quando o cachorrogato morre/

bullet  Juliane Seixas Juliane Seixas Website.: www.facebook.com/veterinariadrajulianeseixas Graduada pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná, PUC/PR. Atua como plantonista na área clínica e cirurgica de animais de companhia CRMV: 11430 / PR Cont

bullet  Rafael Wisneski http://blog.meucaocompanheiro.com/

Confira todos os Colunistas



Cinema, Filmes e Seriados:

bullet  Qualquer gato vira-lata

bullet  Rin tin tin - o filme

bullet  O gato preto (the black cat)

bullet  Gato negro (black cat (gatto nero))

bullet  Cães de guerra

Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bullet  Nosso planeta verde - 100 ótimas propostas para trabalhar na educação infantil

bullet  O gato que falava com fantasmas

bullet  Pássaros amarelos

bullet  O gato e a revolução

bullet  O cachorro e o lobo

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br & - Todos os direitos reservados - Créditos