Digite aqui a palavra-chave.





Home Page > Dicas Veterinárias > Doença de pele devido a alergias alimentares em cães

pinterest



Doença de pele devido a alergias alimentares em cães


Dermatológicas reações alimentares em cães

Reações dermatológicas são alimentos não-sazonais reações que ocorrem após a ingest?o de uma ou mais substâncias que causam alergia em alimentos de um animal. A reação física é muitas vezes coceira excessiva, com excessiva resultante arranhando a pele.

Embora a patog?nese dessas reações não é totalmente compreendido, reações imediatas e reacções tardias aos alimentos são pensados para ser devido a uma reação de hipersensibilidade imune. Por outro lado, intolerância alimentar é uma reação imunológica não-idiossincráticas devido ao metabolismo, efeitos tóxicos ou farmacológicas dos ingredientes ofender. Como não é fácil distinguir entre imunológicas e reações idiossincráticas, qualquer resposta negativa á alimentação é geralmente referido como uma reação adversas do alimento.

Sintomas e tipos de

N?o sazonal itchiness de qualquer local do corpo
Má resposta aos anti-inflamatórios doses de glicocorticóides, geralmente sugere hipersensibilidade alimentar
Vômitos
Diarréia
Gut sons excessivos, passagem do gás, e frequentes movimentos intestinais
Dermatite de Malassezia (infecções fúngicas da pele), pioderma (infecções bacterianas da pele), e otite externa (inflamação do ouvido externo)
Placas de pele - ampla, levantadas áreas planas na pele
Pústulas - pus-contendo inflamações da pele levantada
Eritema - vermelhid?o da pele
Crostas - soro em pó ou pus na superfície de um blister rompido ou pústula
Escala - flocos ou de placas de pele morta na superfície da pele
Auto-indução de calvície devido ao risco
Abras?es / feridas na pele devido ao risco
Semelhante a couro, espesso, casca como a pele
Hiperpigmentação - escurecimento da pele
Hives - colis?es inchadas ou inflamadas na pele
Pápulas gigante (marcas alongado) sobre a pele
Dermatite Pyotraumatic - infecção das feridas da pele pelo ato de coçar excessivamente, e bactérias que entram as feridas

Causas

Reações imunomediadas - resultado da ingest?o e posterior apresentação de um ou mais glicoproteínas (alérgenos) antes ou após a digest?o; sensibilização pode ocorrer como o alimento passa para o intestino, depois, a substância é absorvida, ou ambos
N?o-imune (intolerância alimentar) reações - resultado da ingest?o de alimentos com altos níveis de histamina (um antígeno conhecido por causar hipersensibilidade imune) ou substâncias que induzem a histamina diretamente ou por meio de liberação de histamina fatores
Especula-se que em animais jovens, parasitas intestinais ou infecções intestinais podem causar danos á mucosa intestinal, que implique a absorção anormal de alérgenos e sensibilização posterior a alguns ingredientes

Diagnóstico

Seu veterinário irá realizar um exame físico completo em seu cão, incluindo um exame dermatológico. N?o alimentares causas das doenças dermatológicas devem ser excluídas. Seu veterinário irá pedir um perfil químico no sangue, um hemograma completo, um exame de urina e um painel de eletrólito para descartar outras causas de doença. Você vai precisar dar uma história completa da saúde do seu cão, início dos sintomas, e possíveis incidentes que possam ter precedido esta condição, especialmente as mudanças na dieta, e todos os alimentos novos adicionados á dieta do seu cão, mesmo que temporária.

Dietas de liminação de alimentos são recomendados para cães pensou estar sofrendo de reações adversas do alimento. Essas dietas geralmente incluem uma fonte de proteína e uma fonte de carboidrato para que o cão teve pouca ou nenhuma exposição prévia a. A melhora clínica pode ser visto logo quatro semanas para a nova dieta, e a redução máxima dos sinais clínicos pode ser visto t?o tarde quanto treze semanas na dieta de liminação de alimentos.

Se o seu cão melhora a dieta de liminação, um desafio deve ser realizada para confirmar que a dieta original foi a causa da doença e para determinar o ingrediente na dieta original provocou a reação adversa.

Desafio: alimentar o seu cão com a dieta original. Um retorno dos sinais confirma que algo na dieta está causando os sinais. O período de desafio deve durar até o retorno sinais, mas não superior a 10 dias.

Se o desafio confirma a presença de uma reação adversa dos alimentos, o próximo passo é realizar um julgamento dieta provocação: voltando para a dieta de liminação, começar por adicionar um único ingrediente para a dieta. Depois de esperar uma quantidade suficiente de tempo para o ingrediente para provar seja agradável ou adversos, se não houver uma reação física, passar para adicionar o próximo ingrediente na dieta do seu cão. O período de provocação para cada novo ingrediente deve durar até 10 dias, menos, se desenvolver mais cedo os sinais (cães geralmente desenvolvem sinais dentro de 1-2 dias). Se os sintomas de uma reação adversa desenvolver, interromper o último ingrediente adicionado e aguardar os sintomas a diminuir antes de avançar para o próximo ingrediente.

Os ingredientes de teste para os testes de provocação deve incluir uma gama completa de carnes (carne, frango, peixe, carne de porco, e cordeiro), uma gama completa de gr?os (milho, trigo, soja, e arroz), adicional, e produtos lácteos. Os resultados desses ensaios vai orientar a sua seleção de alimentos comerciais, baseados naqueles que não cont?m a substância agressora(com).

Tratamento

Evitar substâncias alimentares que causou os sinais clínicos para retornar durante a fase de provocação do diagnóstico. Antibióticos ou medicamentos antifúngicos podem ser prescritos pelo seu veterinário se pyodermas secundário ou infecções Malassezia est?o ocorrendo.



internet

O conteúdo presente no texto acima é responsabilidade dos Autores citados


Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:



Letras de Música com temas Animais:

bullet  Filha do mar

bullet  Reprocissão

bullet  mineirinho genial! nova lima – cidade natal marquês de sapucaí – o poeta imortal!”

bullet  

bullet  Al Capone

Ver todas as Músicas

Dicas Veterinárias:

bullet  Devo cruzar meu cão ou minha cadela?

bullet  A microbiota do leite de vaca

bullet  Encontrei um animal! o que fazer?

bullet  Seu cachorro está com pulga?

bullet  Vómitos de sangue em cães

Ver todas as Dicas Veterinárias

Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet   Juliane Seixas Juliane Seixas Website.: www.facebook.com/veterinariadrajulianeseixas Graduada pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná, PUC/PR. Atua como plantonista na área clínica e cirurgica de animais de companhia CRMV: 11430 / PR Con

bullet  https://upacfortaleza.wordpress.com/artigos/por que alguns caes odeiam ficar sozinhos/

bullet  Dan Wroblewski www.bordercollie.com.br dw@parquecanino.com.br

bullet  marcello alonso criador de cães pelo canil lord manske, cinófilo, juíz de raças, educador e comportamentalista canino

bullet  Rui Miguel Adestrador comportamental telefone/whatsapp 31 994332943 BELO HORIZONTE-MG / CONTAGEM-MG

Confira todos os Colunistas



Cinema, Filmes e Seriados:

bullet  Bolt - supercão

bullet  V

bullet  Benji - um amigo especial

bullet  Gato e rato (yu mao san xi jin mao shu)

bullet  Meu irmão virou um cachorro (mein bruder ist ein hund / my brother is a dog)

Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bullet  Marley e eu

bullet  Mais que um leao por dia

bullet  Cães de guerra

bullet  Passo, trote, galope - uma familia e seus cavalos

bullet  Um gato entre os pombos

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br & - Todos os direitos reservados - Créditos