Digite aqui a palavra-chave.





Home Page > Dicas Veterinárias > Hábito e problemas alimentares iii

pinterest



Hábito e problemas alimentares iii



e existe um problema de comportamento bastante irritante para os proprietários de gatos denominado de apetite depravado isso nada mais é que a ação de sugar, mascar e comer coisas que geralmente não se considera comida a mania de comer material estranho não é causada por defici?ncia nutricional ou irritação gastrointestinal, mas, normalmente por alguma desordem compulsiva o exemplo mais comum deste distúrbio é sugar e comer l?, ou outros tipos de tecidos usados para confecção de roupas infelizmente, esse é um problema mais comum em siameses, mestiços siameses e, ocasionalmente, birmaneses na verdade, gatos de todas as raças podem demonstrar este comportamento, que começa logo após o desmame, e pode somente se restringir a sugar seus próprios rabos, garras e pés esse comportamento obssessivo-compulsivo, é herdado e começa a ficar exacerbado logo após a puberdade (5 ou 6 meses de idade), persistindo pelo resto da vida o hábito pode ficar restrito a l?, ou estender-se a todos os tipos de roupa, tapetes, borrachas, etc todos os gatos que tem apetite depravadotendem a ser muito destrutivos tentar corrigir esse comportamento pode ser muito difícil, ás vezes até, impossível em alguns casos, comportamentos compulsivos como estes não tem cura, mas podem ser controlados pelo uso contínuo de drogas o proprietário pode dar ao gato roupas velhas feitas do material que ele gosta de roer, e torcer para que estas sirvam de distração e sejam preferidas e ás outras roupas contudo, ao manter este hábito, o gato pode acabar ingerindo uma grande quantidade de material não absorvível, o que vai resultar numa obstrução intestinal, que só poderá ser corrigida cirurgicamente mas esta sugest?o é válida, apesar de parecer perigosa a primeira vista, porque alguns gatos somente sugam, enquanto outros comem pequenas porções ent?o raramente estes bichanos v?o comer o suficiente para causar uma obstrução ou outro distúrbio intestinal em casos isolados, os gatos adultos podem desenvolver a mania de comer objetos de madeira o impulso para este comportamento é o mesmo que o de comer l?, ou seja uma compulsão os comportamento compulsivos são desencadeados por situações de conflito ou seja, o componente hereditário pesa, já que alguns gatos nascem com essa propensão a desenvolver o comportamento, como já mencionamos anteriormente, mas junto precisa haver um gatilho para que o comportamento realmente se manifeste qualquer situação que caus stresse ao felino pode fazer com que comece a desenvolver estes comportamentos a presença de outros gatos, dentro ou fora de casa, ou mudanças no ambiente caseiro são bons exemplos de causadores de tensão e ansiedade as mais diversas situações podem fazer com que o gato se sinta angustiado ao tentar fugir de um ambiente, ou não conseguir ter acesso a rua, fazendo com que se sinta frustrado e procure uma válvula de scap ? mais ou menos como o hábito de roer as unhas nos humanos o tratamento para o apetite depravado pode ser a prescrição de uma medicação, mas principalmente identificar o causador do estress procurar sana-lo efeitos da ansiedade no comer e beber e os gatos que são expostos a novos ambientes, pessoas, convívio social ou outros animais, podem recusar alimento até o estresse passar ou até acostumarem com o novo estímulo esta anorexia induzida por ansiedade pode permanecer por longos períodos e pode tornar-se um problema para o gato certamente a causa mais comum de um gato não comer é devido a uma doença, como já falamos anteriormente, por isso só um veterinário pode dar o diagnóstico preciso após alguns exames e gatos com ansiedade frequentemente vomitam depois de comer esse comportamento pode ser confundido com vômitos causados por bolas de p?los no trato gastrointestinal os felinos se lambem excessivamente por causa de ansiedade induzida pelo ambiente, mas também por uma variedade de doenças de pelepor isso é necessário um diagnóstico diferencial preciso comer lixo gatos são muito cuidadosos com o que comem a mania de comer lixo raramente é observada em felinos, pleo menos os de dentro de casa, bem alimentados os assaltos a lata de lixo podem acontecer caso um alimento muito perfumado esteja em jogo, mas como todos os donos de gato sabem, roubar comida de cima do balcão é a verdadeira especialidade de alguns bichanos obesidade a obesidade é a desordem nutricional mais comum em gatos e afeta aproximadamente 10 a 20% da população felina estar acima do peso pode conduzir a sérios problemas respiratórios, cardiovasculares e hepáticos, bem como diabetes mellitus e neoplasias e a causa do aumento de peso ocorre porque o dono oferece quantidades descontroladas de alimentos (dieta comercial, comida humana ou guloseimas) a castração não contribui significativamente para o ganho de peso no felino é verdade que gatos castrados são menos ativos, mas eles se ajustam quantidade de comida para compensar a crença que gatos castrados engordam provavelmente se desenvolveu por informação incorreta transmitida p?los efeitos da castração em outras espécies outra raz?o para a falsa suspeita de que a castração causa obesidade é o fato de que os gatos normalmente são castrados no fim do período de crescimento (seis a sete meses) os donos não diminuem a quantidade de alimento, e assim os gatos comem grandes quantidades de ração, muitas vezes ainda destinada a filhote s e o tratamento para obesidade em gatos deve começar com um exame físico detalhado, hemograma e urinálise para descartar a ocorr?ncia de qualquer comprometimento clínico deve-se estabelecer precisamente o peso do gato e a meta ideal para obter sucesso, deve-se não só mudar a dieta do animal, mas também educar o dono sobre como alimentar o gato saudavelmente a correta redução de alimento deve ser calculada quando se diminui a quantidade de calorias é aconselhável dividir as refeições em duas vezes ao dia é importante ter certeza de oferecer um mínimo de calorias para o peso normal desejado, porque uma redução radical pode causar um problema grave ou mesmo fatal pela mesma raz?o é importante que o gato coma a dieta programada para a perda de peso o veterinário deverá iniciar a dieta de redução de calorias e ir reajustando de foram que ele perca de 250 a 500 g por mês e o maior problema no caso da obesidade em gatos é o proprietário os gatos não assaltam a geladeira, e não comem escondido, e dependem exclusivamente dos donos para adquirir comida estes muitas vezes falham ao acompanhar o programa de perda de peso do gato a dieta de magrecimento deverá ser prescrita e acompanhada e pelo veterinário em todos os casos e se você tem um gato gordo, estimule-o a fazer exercícios, procure ajuda para fazer uma alimentação balanceada, e tenha sempre em mente que os miados pedindo comida não passam de chantagem emocional ag e uuml;ente firme, e saiba que o melhor para seu gato é emagrecer

Luelyn Jockyman CRMVSP 14.512 Clínica Animaletto (19) 32589280 Av. Mário Garneiro 438 (Estrada do San Conrado) Sousas

O conteúdo presente no texto acima é responsabilidade dos Autores citados


Gostou do conteúdo animal acima! Então compartilhe em suas Redes Sociais:



Letras de Música com temas Animais:

bullet  Rei leão - o leão dorme esta noite

bullet  Passarinhos - emicida

bullet  Burro P k ralho

bullet  Burro De Carga / Carga De Burro

bullet  A galinha e o galo carijó galinha pintadinha

Ver todas as Músicas

Dicas Veterinárias:

bullet  Osteoartrose ? fisioterapia veterinária

bullet  A superprodução de glóbulos brancos na medula óssea em cães

bullet  O que fazer enquanto o veterinário não vem?? episódio 1 ? feridas

bullet  Brincadeiras agressivas

bullet  Hiperparatireoidismo nutricional secundário cara inchada

Ver todas as Dicas Veterinárias

Colunistas - Veterinários que escrevem sobre temas aos leitores

bullet  Chani Blue http://www.epochtimes.com.br/equoterapiaeficazcombateproblemaspsicologicos/

bullet  Roberto Delort A. Leite e Laura Celi de Souza Silva 

bullet  https://www.portaleducacao.com.br/conteudo/artigos/veterinaria/venda de racao a granel um perigo nao observado/22813

bullet  Keila Regina de Godoy

bullet  Kadu Camargo Professor da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, responsável pelo G.E.R.E. (Grupo de Estudos em Reprodução Equina PUCPR); Doutorando do Programa de Pós Graduação em Medicina Animal: Equinos, na área da Reprodução Equina da UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul). E mail: kaducamargo@gmail.com Leia mais sobre esse assunto em https://www.revistahorse.com.br/imprensa/cuidados durante a gestacao de eguas os primeiros 60 dias sao os mais criticos/20170410 175102 j086

Confira todos os Colunistas



Cinema, Filmes e Seriados:

bullet  Pets a vida secreta dos bichos

bullet  A verdadeira história do gato de botas (la véritable histoire du chat botté / the true story of puss n boots)

bullet  Meu irmão virou um cachorro (mein bruder ist ein hund / my brother is a dog)

bullet  As nove vidas de fritz - o gato (the nine lives of fritz the cat)

bullet  Vinte mil léguas submarinas

Ver todos os filmes e seriados

Livros Animais

bullet  Um gato indiscreto e outros contos

bullet  Memorias de um gato

bullet  O gato que tocava brahms

bullet  Passaro-camaleao, o

bullet  Cachorro magro

Ver todos os Livros

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br & - Todos os direitos reservados - Créditos