Digite aqui a palavra-chave.





Home Page > Dicas Veterinárias > Qual a forrageira utilizar?

pinterest



Qual a forrageira utilizar?


N?o existe uma espécie de forrageira ideal para a criação de equinos, existe sim uma condição ideal para a utilização de uma determinada forrageira para podermos falar sobre a escolha do tipo de forrageira apropriada, deve se primeiramente escolher uma área ideal para a instalação do centro de criação de equinos ou qual parte da propriedade utilizar para pastagem áreas planas com pouca declividade são mais interessantes para a formação dos piquetes de pastejo e desenvolvimento dos animais, favorecendo assim o desenvolvimento correto dos aprumos dos potros e aumentando sua segurança é recomendado que seja utilizado a densidade de 1 (uma) matriz por alqueire, por tanto se temos 10 matrizes será necessário 10 alqueires para a criação destes animais uma vez observados os pontos acima pode ser feita a escolha de quais forrageiras ser?o implantadas forrageiras do g?nero cynodon (coast cross, tifton, estrela, bermuda entre outros) podem ser implantadas praticamente em qualquer tipo de solo, seja ele arenoso ou argiloso desde que seja feita a escolha pela espécie ideal para aquela área sendo plantada por mudas este tipo de gramínea possui um excelente fechamento da área, além de ter um crescimento rasteiro, ramificado, dando uma maior uniformidade ao terreno possuem uma resist?ncia variável a déficit hídrico, geada, fogo, acidez do solo e doenças, além de uma moderada tolerância á cigarrinha e um bom fechamento do solo este g?nero de forrageiras não produz touceiras, porém deve ser manejado corretamente para que se tenha uma maior valor nutritivo outras espécies utilizadas são as forrageiras do g?nero panicum (massai, mombaça e r tanzânia) podem ser utilizadas para a formação de pastagem para os cavalos além do capim napier triturado e servido no cocho estes tipos de capins t?m um habito de crescimento em forma de touceiras, as quais podem ficar muito grandes e quando passadas do ponto de pastejo, não serem aceitas pelos cavalos capineiras de panicum são plantadas via semente que devem apresentar boas características de proced?ncia, para que tenham um bom fechamento do solo e consequentemente um bom e stand e de plantas estas forrageiras indicadas para áreas, onde os animais ficam o dia todo soltos, sendo eles acostumados ao novo tipo de terreno estas também apresentam uma boa resist?ncia ao déficit hídrico, porém uma baixa resist?ncia ao fogo e a cigarrinhas outros tipos de forrageiras que podem ser utilizadas são as forrageiras de inverno como alfafa, aveia e azev e ém, e ainda a brachiaria umidicola, trevo branco, transvala, rhodes, entre outras forrageiras perenes os dois g?neros de forrageiras descritos apresentam espécies com alto valor nutritivo e uma excelente palatabilidade a implantação de um capim do g?nero panicum apresenta um menor custo de implantação quando comparado com as forrageiras do g?nero cynodon, porém apresentam uma maior necessidade de reforma na área para a implantação de qualquer um dos tipos de forrageiras descritos acima, é necessário que se faça um levantamento planialtimétrico, as analises físico-químicas do solo, e o dimensionamento correto do tamanho dos piquetes qualquer um dos tipos de capim citados acima pode ser utilizado para a produção de feno, podendo ser utilizado como fonte de fibra na nutrição dos animais no período de seca, ou como cama das baias o manejo das pastagens feito de forma correta causa uma diminuição dos custos da propriedade de criação de cavalos, além de proporcionar um maior bem estar dos animais, melhorando a sua qualidade de vida, os ciclos reprodutivos e a saúde

Eng Agrônomo André Fabbrocini Gonçalves, atua na área de manejo de pastagem, segurança dos animais, nutrição, desenvolvimento de projetos http://www.andrefabbrocini.com.br/ (11) 93829722 e (11) 77435504 e nextel 96*40594

O conteúdo presente no texto acima é responsabilidade dos Autores citados

Digite aqui a palavra-chave


© Desde 2000 na Web - CONTEÚDOANIMAL.com.br & - Todos os direitos reservados - Créditos